FANDOM



Comunicação: lições da e para a TIEdit

A comunicação tem que começar pelo fim: por quem ouve, e não por quem fala. [1] Este foi um dos motes do evento Mesas TI, realizado pelo Seprorgs nesta quinta-feira, 13, no Hotel Deville em Porto Alegre, no qual o jornalista Tulio Millman palestrou, seguido por mesa redonda com Agostino Carletti, sócio fundador da Dynamica, Carlos Dottori, gerente do Grupo Dimed/Panvel, e Donald dos Reis, diretor de Negócios da Constat.“Saiba com quem vai falar e organize o discurso para este receptor. Seja claro e simples, lembre-se: o usuário não é técnico, ele não entende todos os termos a que você está acostumado”, destacou Milman. “Temos que parar com isso de ‘usuário’: não é um usuário, é uma pessoa, e é com ela que estamos falando”, destacou Carletti.

Dottori foi enfático: “somos profícuos em comunicar o que o cliente não quer saber”.

Com isso, o gerente de TI da Dimed/Panvel definiu que, ao apresentar um projeto de TI, seja dentro da empresa ou para um cliente, o importante não é dizer o que será tecnicamente feito, mas que benefícios isso trará no fim.

Conceito compartilhado por Donald dos Reis.

“A TI precisa começar a participar da frente, e não só da retaguarda dos negócios. Temos de mostrar não o que vamos fazer, mas o que o cliente e o cliente dele irão ganhar com isso”, enfatizou o diretor da Constat, que é MBA em Gestão Empresarial.

COMUNICAÇÃO SALVADORA Argumentos que Carletti reforçou com um exemplo bíblico.

“O melhor exemplo de comunicação mundial é o cristianismo. Jesus Cristo foi um grande comunicador e conquistou milhões de seguidores porque falava para as pessoas o que elas queriam ouvir, o que fariam e o que teriam. Ele falava delas, e não dele próprio”,

INICIATIVA Tanto na Dimed/Panvel quanto na Constat, a comunicação entre TI e demais setores vem ganhando tanta importância que entrou nas prioridades do Planejamento Estratégico dos últimos anos.

Na empresa do ramo farmacêutico, a ação inclui iniciativas de colaboração entre os colaboradores, para colher ideias sobre como melhorar a comunicação da TI, e até a criação de uma marca para ações comunicativas: a InteraTIva, que hoje figura em uniformes usados pelos funcionários da área quando em visitas a clientes, por exemplo.

Na Constat, há cerca de um ano vem sendo trabalhado um projeto que Reis definiu como “educacional” para os colaboradores, passando por distribuição de apostilas, encontros, palestras e outras ações de cunho comportamental.

Tudo para garantir pilares que tanto os três participantes da mesa redonda, quanto o palestrante, consideram fundamentais para a boa comunicação emrpesarial: transparência, clareza e bons resultados, tudo à base de preparo.

“Para comunicar bem, é preciso capacitação”, resumiu Carletti. “A TI precisa estar apta a comunicar pontos bons e ruins de um projeto. Deixe o cliente saber que tal problema vai ocorrer e como será solucionado, e ele ficará mais tranquilo”, completou Dottori. “Tem de ter humildade para falar quando errar, e são admiráveis as pessoas com esta capacidade”, finalizou Reis.

MESAS O Mesas TI do Seprorgs teve mediação do editor do Baguete, Maurício Renner.

O evento conta com patrocínios de Ação Informática, Brastorage, Disys, Dynamica, Fábrika de Propaganda, Nativa, Rádio Bandeirantes, Claro, Palo Alto, Bertini e Staff.

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.